segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

BOAS FESTAS




Natal é época de...


deixo ao vosso critério a continuação da frase.
...
Porque do Natal eu só gosto de:
a inocência das crianças
a alegria dos seus olhinhos
a lealdade dos seus corações.
Para mim o Natal pouco ou nada me diz.
Perdi o brilho no olhar
Perdi o calor do coração
Perdi a alegria do reencontro
Porque nessa noite, já não tenho presente fisicamente
algumas pessoas muito queridas para mim:
Meus Pais
meus Tios António e Albertina
meus Tios Zézinho e Adelaide
que faziam parte dos meus natais de infância
e, mais recentemente
a minha sobrinha Tânia
que partiu muito cedo deste mundo.
...
Para alguns Natal é:
Natal é planear uma noite diferente, um instante iluminado. 
Natal… é ansiar por instantes de alegria e de conforto, 
na presença escolhida a dedo de pessoas que fazem parte das nossas vidas. 
Presentes e mais presentes
(postal feito por mim, adaptei uma foto minha)

8 comentários:

  1. Passando para desejar que a passagem para 2013 seja de muita luz harmonia e Paz.
    Beijinhos
    ⁀‵⁀,) ✫✫✫
    .`⋎´✫✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫
    ✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫✫
    .•°*”˜˜”*°•.✫✫✫ FELIZ ANO NOVO

    ResponderEliminar
  2. Minha querida

    Que neste ano de 2013 que agora se inicia possamos com uma palavra de apoio e fraternidade fazer que o mundo seja melhor e que a esperança de realizar todos os sonhos seja presente sempre nos nossos corações...que a paz o amor e a felicidade seja o alvorecer de um novo tempo de amor e fraternidade.
    E obrigada por me abrirem o vosso coração para eu entrar e alimentar a minha alma de carinho neste caminho que é feito por nós...mas que depende de quem nos acompanha e nos ajuda a ultrapassar dias menos bons e que estão sempre presentes com uma palavra de conforto...que secam as nossas lágrimas e sorriem com as nossas alegrias.

    FELIZ ANO NOVO
    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  3. Infelizmente a vida vai-nos roubando bocados de nós, bocados da nossa alma...Contudo, o coração fica sempre preenchido pelo amor que sentimos e nele guardamos.
    Espero que o ano de 2013 seja, para ti, um ano de realizações.
    Beijito.

    ResponderEliminar
  4. Espero que tenham sido boas e a saúde que melhore.
    Um bom 2013.
    Abraços de vida

    ResponderEliminar
  5. É isso que é preciso minha amiga, um estado ZEN, viver um dia de cada vez, com a maior serenidade possível.

    Compreendo o teu Natal, como o de cada um e todos têm um diferente. À medida que avançamos na idade e vamos perdendo pessoas vai sendo um pouco assim, embora nunca deixemos de gostar de estar perto dos que amamos nesse dia.

    As melhoras.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Já deixei comentário no seu outro blogue.
    Visitarei, sempre que possa ambos.
    Beijinhos
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  7. Um lindo e singular cartão de Natal. És de facto muito sensível e criativa... não segues as frases feitas que todos ( eu incluída) repetimos anos a fio... todos dizemos Um feliz e santo Natal, ou um Natal pleno de Paz e amor... E tudo isso está no teu postal. Zen... serenidade e paz e a filosofia que esta imagem nos transmite é de amor pleno, não apenas ao seu semelhante mas a todos os seres e á mãe natureza. Adorei "receber" este cartão de um Natal Zen. Obrigada.

    ResponderEliminar
  8. Deixas uma frase por completar... espero que não me leves a mal, se não gostares, podes apagar, sem problema! Eu vou responder com um texto escrito por mim no Natal de 2014. Procurei o de 2013, escrevo sempre algo, mas não sei onde anda.. daí os blogues serem úteis ;) Acho que já o conheces.
    O Natal para mim é isto e muito mais...

    Natal

    Esqueci os Natais da minha infância
    Se algum dia existira não me lembro.
    Não recordo bolo rei, nem pinturas de canela num prato de arroz doce perfumado
    Nem o cheiro adocicado das rabanadas e filhoses
    Só sonhos! Sonhos meus... por mim sonhados.
    Não havia sapatinho nem pinheirinho enfeitado
    Nem estrela guia nem José ou Maria..
    ...nada havia... no dia de Natal
    Nem tristeza ou alegria, do que não se vivia
    Todos os dias, eram nesse tempo; iguais!
    Na minha infância, não existiam Natais...
    Mas por mim não chorais! Como eu, houve e há muitos mais
    Hoje, num misto de magia e encanto
    Anjos cantam p'ra mim, hinos de louvor
    Bolas vermelhas enchem minha casa de cor
    E há bonecos de neve, pais Natal, anjos, renas e muito mais
    Há os cheiros repletos de doçura e as melódicas músicas de Natal
    Que enchem corações de amor e ternura
    apartando-nos de qualquer mal
    E prá ceia, convidei José e Maria e Jesus o Redentor
    Porque é Natal...
    E em forma de prece como quem a vida agradece
    Minh'alma reluz de amor
    E é tanta a luz que ela espelha
    Que caminho segura por Teu trilho angelical
    cantando hinos de louvor
    Porque é Natal...
    Hoje, rumando sobre nuvens, sem a ninguém pedir permissão
    Sinto a certeza de um dever cumprido e a perene gratidão
    De viver, de sentir, o afago da grandiosa Criação
    E nesta visão do paraíso, sonhadora sem remissão
    Não por ser Natal
    mas porque vivo a sonhar!
    Há dentro de mim um sonho a germinar!
    E como num conto de fadas, cerro os olhos e o mundo todo brilha
    Numa ingenuidade infantil
    heis que se enchem as ruas de meninos Jesus, de corpo humano
    Distribuindo aos menos afortunados, alimentos, calor e amor
    Ou algum brinquedo ao menino enjeitado
    E nos céus, Rodolfo com seu nariz vermelhinho e luzidio
    Tocando os sinos, vai voando sem esquecer nenhum lugar
    Distribui presentes enlaçados com amor
    embrulhados em solidariedade
    E... Porque é Natal...
    Distribui amor e paz
    Aos homens de boa vontade

    © 2014 - Ana Simões

    ResponderEliminar