sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

DIA DE SÃO VALENTIM


O Dia dos Namorados, em alguns países conhecido como 
Dia de São Valentim 
é uma data especial e comemorativa na qual se celebra a 
união amorosa entre 
casais, namorados e em alguns lugares até com amigos. 
Apercebi-me disso, quando trocava correspondência com os 
penfriends de todo o Mundo, mas em especial da Europa 
e, comecei a receber postais de São Valentim, 
como prova de grande Amizade!
Sendo comum a troca de cartões e presentes com símbolo de coração, 
tais como as tradicionais caixas de bombons. 
Em Portugal comemora-se HOJE dia 14 de Fevereiro.
O dia dos namorados é a desculpa perfeita para acender 
aquela chama que tanto une quem se ama.



Comecei o post com um passeio de gôndola, pelos canais de Veneza

quem não pensou nisso, um dia?

Nas imagens seguintes, os tradicionais cadeados com os nomes dos

 apaixonados, que cada vez mais está na moda, por toda a Europa

Neste caso estavam presos numa ponte em Amesterdão!





Sugestões para o Dia dos Namorados

1 - um passeio a dois, por lugares recatados

2 - usar lingerie sexy (com muita imaginação)

3 - oferecer bombons de chocolate

4 - dar uma flor - rosa vermelha, porque não?

5 - escolher um belo restaurante, ir comer ao som de música de piano.






11 comentários:

  1. 1 - Agarrem num cobertor, num termo de chocolate quente e vão até um local onde a vista seja soberba, e simplesmente encantem-se.
    2 - Ir às compras, comprar roupa sexy
    3 - Passem o dia num jardim a passear de mãos dadas.
    4 - Comecem o dia com um pequeno-almoço na cama, e não se preocupem com mais nada.
    5 - Dar um passeio na praia, ver o pôr-do-sol.
    6 - Coloque uma nota romântica no sapato ou carteira de quem ama.
    7 - Façam uma massagem a dois, hoje em dia existem SPAs que têm esta especialidade.
    8 - Pare de ler este artigo
    e telefone, ou vá ter com quem ama e diga-lhe isso mesmo, que é o amor da sua vida!

    ResponderEliminar
  2. Não posso adiar o amor para outro século
    não posso
    ainda que o grito sufoque na garganta
    ainda que o ódio estale e crepite e arda
    sob montanhas cinzentas
    e montanhas cinzentas

    Não posso adiar este abraço
    que é uma arma de dois gumes
    amor e ódio

    Não posso adiar
    ...
    não posso adiar para outro século a minha vida
    nem o rneu amor
    nem o meu grito de libertação

    Não posso adiar o coração

    António Ramos Rosa
    in "Viagem Através de uma Nebulosa"

    ResponderEliminar
  3. Uiii, este é que se pode dizer que é um post completo pois tem de tudo, desde sensualidade a transcendentalidade... que os cadeados sejam instrumentos de liberdade para os amantes...

    ResponderEliminar
  4. .

    .

    . esta é uma página de fora.para.dentro . motivada pela comemoração de um dia no qual se revelam e se celebram os sentimentos de dentro.para.fora .

    .

    . uma página que sugere um dia perfeito . traduzido nas fotografias . que mais não são do que um roteiro de amor . de manhã à noitinha . :) . e que este roteiro seja o prenúncio de todos os dias . numa vivência a dois .

    .

    . parabéns pelas fotografias . como sempre . incisivas e bem escolhidas para o momento certo .

    .

    . um grande beijinho .

    .

    .

    ResponderEliminar
  5. É mais um dia para alimentar o fogo do amor e assim não deixar apagar a chama que une dois corações.
    Lindo post
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  6. Não posso adiar este meu comentário, fantástico!
    Bj

    ResponderEliminar
  7. Dia de São Valentim deverá ser todos os dias.
    Cansa saber que ainda existem namorados que se agridem.
    Loucuras sem razão nem razões para essas loucuras

    ResponderEliminar
  8. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  9. Uma belíssima escolha para uma data especial...para muitos de nós!!!
    Bj

    ResponderEliminar
  10. Boa tarde Túlipa,
    Óptimas sugestões!
    Já há tempos que não a visitava e fiquei deslumbrada com os sítios lindos por onde tem viajado!
    Continue sempre!
    Biejinhos,
    Ailime

    ResponderEliminar